Campeã e pioneira: Conheça a ciclista que morreu em acidente fatal enquanto treinava na Serra da Canastra. - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 3 de junho de 2024

Campeã e pioneira: Conheça a ciclista que morreu em acidente fatal enquanto treinava na Serra da Canastra.


A ciclista Laís Saes, que perdeu a vida em um acidente fatal enquanto treinava na Serra da Canastra, em Divinópolis (MG), era uma das figuras proeminentes do ciclismo de estrada no Brasil, acumulando conquistas e feitos significativos na modalidade.

Natural de Jundiaí, no interior de São Paulo, Laís consagrou-se campeã paulista de ciclismo de estrada em 2021, na categoria Elite, representando a Indaiatuba Cycling Team, equipe sediada em Indaiatuba (SP), cidade onde a atleta residia nos últimos anos.

Na ocasião, ela completou as oito voltas, totalizando 68 quilômetros, em uma hora, 59 minutos e três segundos, conquistando assim sua primeira vitória na competição. No mesmo ano, além do título paulista, Laís também garantiu seu primeiro título nacional durante o 8º Brasil Road, cuja prova ocorreu em Pardinho, no interior de São Paulo.

Aos 42 anos, Laís Saes, que ocupava o cargo de gerente comercial, também havia se tornado a primeira mulher a pedalar até o topo do Pico do Jaraguá, um desafio para muitos ciclistas no Brasil, sendo o ponto mais elevado da cidade de São Paulo, alcançando uma altitude de 1.135 metros.

O Pico do Jaraguá está situado no bairro do Jaraguá, a oeste da Serra da Cantareira. Para alcançar o cume, os ciclistas precisam enfrentar um trecho de 47 km, com os últimos 4 km caracterizados por uma subida íngreme.

Nas redes sociais, Laís costumava compartilhar com seus mais de 34 mil seguidores sua rotina como atleta de alto desempenho, incluindo sua preparação para competições nacionais de ciclismo de estrada.

Divinópolis, onde ocorreu o trágico acidente, era um dos locais favoritos da ciclista para treinamento devido ao seu terreno montanhoso.

Após a notícia da sua partida, inúmeras mensagens de despedida foram deixadas por fãs e admiradores no perfil da atleta no Instagram. A Federação Paulista de Ciclismo também expressou suas condolências pela perda da atleta em uma nota publicada nas redes sociais.

A mãe de Laís, Walkiria Mendes, também prestou uma homenagem emocionada à filha nas redes sociais, descrevendo-a como uma mulher guerreira que amava o que fazia.

O trágico acidente que tirou a vida de Laís Saes envolveu negligência por parte de um motorista que a atingiu e fugiu do local sem prestar socorro, enquanto ela pedalava na Serra da Canastra.

O corpo da ciclista foi velado em Jundiaí e cremado em Itatiba, e a Polícia Civil de Minas Gerais está investigando o acidente para identificar o responsável e as circunstâncias em que ocorreu.

Fonte: G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário