Cresce o número de acidentes na Estrada Velha que liga Jundiaí a São Paulo - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 7 de outubro de 2022

Cresce o número de acidentes na Estrada Velha que liga Jundiaí a São Paulo

Segundo matéria do portal G1 a Rodovia Presidente Tancredo de Almeida Neves, também conhecida como Estrada Velha, que liga Jundiaí (SP) à capital, é palco de diversas infrações perigosas. Entre motoristas que fazem ultrapassagens e conversões em local proibido, que trafegam no acostamento, o local é alvo de diversos acidentes. Os flagrantes acontecem ao longo de toda a Estrada Velha, mas próximo ao quilômetro 56 - na entrada do bairro Santa Gertrudes, as situações se repetem com mais frequência. As imprudência acontecem inclusive no período da noite, quando a falta de iluminação deixa a rodovia ainda mais perigosa. "Eu vejo muitos motoristas que querem fazer atalhos, sendo que, 200 metros para frente, vai ter algum retorno, rotatória e o pessoal quer fazer atalhos para chegar mais cedo e é nessas situações que acontecem as imprudências", explica o motorista Victor Assunção sobre as dificuldades de trafegar no local. Em 2022, a Estrada Velha registrou um aumento de 25% de acidentes, quando comparado com o mesmo período do ano passado. De janeiro a agosto do ano passado, foram registrados 55 acidentes. Neste ano, aconteceram 69 acidentes, atingindo uma taxa de 25% de aumento. Em 2022, ocorreram três acidentes com vítimas fatais.
Lugar perigoso Uma delas foi Leonardo, de 13 anos, que morreu depois de ser atropelado por um carro no acostamento, onde a família havia feito uma parada. A mãe de Leonardo precisa trafegar pela Estrada Velha para trabalhar diariamente e fala sobre a experiência: "é um lugar muito perigoso e que eu tenho pavor de passar. Eu até pretendo me mudar, porque não é um lugar que me traz paz. Não gosto de passar na rodovia", desabafa. "A gente gostaria, de coração, que as autoridades tomassem conta disso e pudessem fazer alguma coisa. Eu tenho certeza que eles podem fazer para que pessoas não sofram mais, assim como a gente está sofrendo nesse momento", diz a mãe de Leonardo. "Aqui direto tem acidente, a promessa de duplicar a rodovia é antiga e são os moradores que sofrem", afirma um dos motoristas que costumam trafegar na região. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que obras no asfalto e na sinalização estão sendo feitas e terminam no início do ano que vem. A iluminação é de responsabilidade da Prefeitura de Jundiaí, que informou que toda a obra só é realizada se autorizada pelo DER. Questionado, o DER reafirmou que a iluminação em trechos urbanos é compromisso da prefeitura e que precisa de um projeto para aprovação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();