Justiça autoriza pai acessar celular de filho que morreu atropelado - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Justiça autoriza pai acessar celular de filho que morreu atropelado





 Foi concedido pelo juiz Guilherme de Macedo Soares, da 2ª Vara do Juizado Especial Cível de Santos, litoral de São Paulo, ao pai de João Vitor Duarte Neves (que morreu atropelado em abril de 2021, aos 20 anos, enquanto andava de bicicleta), o direito de acessar o celular do jovem para rever fotos e vídeos.  


O advogado Marcelo Cruz entrou com uma ação para que a Apple permitisse que o pai tivesse acesso ao celular do jovem. Porém a empresa informou que não tem acesso às senhas dos dispositivos de seus clientes. O que poderia ser feito, por meio de autorização judicial, seria transferir os dados salvos no Apple ID (conta do usuário) do João para o iPhone de seu pai.


Após a autorização do juiz, o advogado afirmou que essa ação “se reveste de laços emocionais, na qual os familiares da vítima pretendiam e tinham o direito de ter acesso aos últimos momentos vividos e compartilhados com João”.


João Vitor Duarte andava de bicicleta pela avenida Washington Luiz, no Gonzaga, em Santos, quando foi atropelado. O motorista, com 19 anos na época, disse não ter percebido o ciclista na via. O passageiro do banco dianteiro puxou o freio de mão ao perceber que um rapaz havia sido atropelado, segundo o condutor do veículo.


Durante o depoimento, o motorista disse que desembarcou do carro e prestou socorro. No entanto, essa versão é contestada pelos familiares da vítima.



(Fonte Isto é)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();