Tríplex que levou Lula à prisão será leiloado por R$ 19,99 qualquer pessoa pode concorrer - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

Tríplex que levou Lula à prisão será leiloado por R$ 19,99 qualquer pessoa pode concorrer


De acordo com a colunista Mônica Bergamo, de O Globo, o apartamento tríplex do Guarujá, que foi assunto de muita polêmica depois que o ex-juiz Sérgio Moro atribuiu sua propriedade ao ex-presidente Lula, resultando, inclusive na prisão do petista às vésperas da última eleição presidencial (em processo que acabou anulado), será leiloado pelo atual proprietário.   

O sorteio será realizado no dia 30 de março pelo empresário Fernando Gontijo, que arrematou o imóvel em um leilão. Julgando que o apartamento “tem um valor ligado ao desejo, à história recente do nosso país”, Gontijo colocou o imóvel na plataforma pancadao.com.br, na qual qualquer pessoa pode concorrer ao sorteio, bastando pagar a taxa mensal de R$ 19,99 de assinatura do serviço. “Qualquer brasileiro pode acabar dono do tríplex, o que é, de certa forma, o melhor desfecho que esse imóvel poderia ter”, comentou também o empresário.

Enquanto isso, o ex-presidente Lula e atual líder nas pesquisas de intenção de voto para o pleito de 2022, cobra um valor que chega a R$ 815 mil da empreiteira OAS, referentes aos valores que a esposa falecida do petista, Marisa Letícia, pagou em cotas do imóvel até 2009.

Lula é o inventariante da ex-esposa, que faleceu em 2017, e a Justiça já determinou que a empreiteira, que assumiu a obra em 2009 para finaliza-la, devolva os valores. A defesa justifica que o casal nunca foi dono e nem usufruiu do imóvel. 

Marisa adquiriu cotas de um edifício em construção pela Cooperativa Habitacional dos Bancários Bancoop) em abril de 2005. As cotas foram pagas até 2009 e, como o imóvel não foi entregue por não ter ficado pronto, a finalização foi transferida para a OAS.

Já no processo da Lava Jato que havia condenado Lula, o entendimento é de que Lula teria recebido o apartamento da construtora como pagamento de propina pagas por contratos com a Petrobrás.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();