Assassino que invadiu escolas e deixou três mortos no Espírito Santo é preso e usou armas do pai, policial militar - A Voz da Região

Agora

sábado, 26 de novembro de 2022

Assassino que invadiu escolas e deixou três mortos no Espírito Santo é preso e usou armas do pai, policial militar

Segundo matéria do G1 o assassino que matou três pessoas e feriu 13 em escolas em Aracruz (ES), nesta sexta-feira (25), usou duas armas no ataque, ambas do pai, um policial militar. Os disparos partiram de uma pistola .40 – que pertence ao Estado e era usada pelo policial para trabalhar – e de um revólver particular, de propriedade do pai do criminoso. A informação foi repassada pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. O criminoso foi apreendido por equipes de segurança no início da tarde. O assassino tem 16 anos e estudou até junho no colégio estadual atacado, segundo o governador do estado. O ataque foi planejado por dois anos. A Secretaria da Saúde do Espírito Santo (Sesa) informou que seis das 13 pessoas que ficaram feridas no ataque estavam hospitalizadas até o fim da tarde desta sexta. Entre as vítimas estão duas crianças, uma delas em estado gravíssimo. Os disparos aconteceram por volta das 9h30 na Escola Estadual Primo Bitti e, depois, em uma escola particular que fica na mesma via, em Praia de Coqueiral, a 22 km do centro do município. Aracruz, onde o ataque aconteceu, fica a 85 km ao norte da capital. As aulas da rede municipal foram suspensas. A identidade do atirador não foi divulgada. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o assassino invadiu a escola estadual com uma pistola e fez vários disparos assim que entrou no estabelecimento de ensino. Depois, foi até a sala dos professores e fez novos disparos. Na unidade, duas professoras foram mortas. Na sequência, o atirador deixou o local em um carro e seguiu para a escola particular Centro Educacional Praia de Coqueiral, que fica na região. Na unidade, uma aluna foi morta. Após o segundo ataque, o assassino fugiu em um carro. As identidades e idades não foram divulgadas. Segundo os dados do Censo Escolar de 2021, a escola Primo Bitti tem cerca de 500 alunos matriculados. O governo estadual não confirmou quantos alunos estavam no local no momento do atentado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();