Região de Jundiaí registra aumento no número de furtos e roubos de veículos - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Região de Jundiaí registra aumento no número de furtos e roubos de veículos

Segundo matéria do portal G1 a região de Jundiaí (SP) registrou um aumento no número de furtos e roubos de veículos em 2022. De 2021 para 2022, houve um aumento nesses crimes em três cidades da região: Jundiaí, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), em Campo Limpo Paulista, os primeiros seis meses do ano tiveram um crescimento de quase 110% quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

Um morador da cidade, que preferiu não ser identificado, relatou à TV TEM que foi assaltado quando entrava em casa, quando sofreu ameaças e teve a moto roubada.

"Apontou a arma. Desci até com calma. Entreguei a moto. Estava com o meu filho. Mesmo entregando a moto, eu fui ameaçado de morte pelo condutor da moto", relembra.

De acordo com o delegado de Campo Limpo Paulista, Felipe Carbonari, o aumento ocorreu por conta da pandemia, pois, com isso, "houve uma crescente no número de boletins de ocorrência". O delegado também afirma que o aumento se deve ao fato de a cidade fazer limite com Francisco Morato (SP). "É uma cidade que pertence à região metropolitana. Esse fácil acesso dos criminosos de Francisco Morato à Campo Limpo facilita o aumento desse índice criminal, principalmente roubo e furto de veículos", explica.

A situação é parecida em outras cidades da região. Em Jundiaí (SP), dois homens abrem o portão de um condomínio de apartamentos populares, entram em uma moto e saem com duas. A ação foi flagrada por câmeras de segurança.

Em outras imagens, é possível ver um veículo estacionado na rua. Em poucos minutos, os suspeitos conseguem arrombar a porta e levam o carro.

Em Várzea Paulista, outro furto de motocicleta foi flagrado. Um homem sobe na moto que estava estacionada e sai empurrando. Com o alto número de furtos e roubos, os moradores da região se alegam que se sentem inseguros o tempo todo.

"No momento que você precisa ser socorrido e voce não encontra amparo. É um desespero, uma angústia", diz o morador, que preferiu não se identificar.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que as ações de patrulhamento nas três cidades estão sendo intensificadas de acordo com os registros das ocorrências e que nos primeiros seis meses deste ano, 240 veículos foram recuperados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();