Vice-presidente da OAB Jundiaí está entre presos em operação contra tráfico de drogas e crime organizado - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 16 de junho de 2022

Vice-presidente da OAB Jundiaí está entre presos em operação contra tráfico de drogas e crime organizado

Segundo matéria do portal G1 a vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), foi presa na manhã desta quarta-feira (15). A prisão ocorreu durante uma operação contra o crime organizado, em Jundiaí (SP). Durante a operação, 30 pessoas foram presas.

Em coletiva de imprensa na tarde desta quarta, as equipes de Polícia do Deinter 9 informaram que foram cerca de seis meses de investigações, que resultaram na operação.

"Uma advogada que faz parte da sintonia dos 'gravatas' dentro da organização e da facção criminosa. [A função dela era] trazer informações de fora do presídio para os presos lá dentro", afirmou a delegada Maria Luísa Dalla Rigolin.

Em nota, a Diretoria da 33ª Subseção da OAB/SP de Jundiaí informou que "foi comunicada sobre a realização de operação policial em face de 34 pessoas, sendo uma delas a advogada e vice-presidente desta subseção, que apresentou carta de renúncia para defender sua inocência".

A OAB informou que está acompanhando e apurando as bases da operação da Polícia Civil, "reforçando sua atuação para que os direitos e as prerrogativas sejam respeitados para o cumprimento do devido processo legal, do futuro contraditório e da ampla defesa".



Operação Acauã

A operação, nomeada de “Acauã”, investiga crimes de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e crime organizado.

Cerca de 150 policiais civis, 30 policiais militares, além de guardas municipais participaram da ação, que começou durante a madrugada.

De acordo com a Polícia Civil, foram cumpridos 142 mandados de busca e apreensão e 30 de prisão. Só em Jundiaí foram 59 mandados de busca e apreensão.

As investigações se expandiram para nove cidades: Indaiatuba, Paulínia, Hortolândia, Itu, Várzea Paulista, Atibaia, Campo Limpo Paulista, Jundiaí e Capivari (SP).

O comando da operação é do Departamento de Polícia Judiciária do Interior 9 (Deinter-9), de Piracicaba. As apreensões e detidos foram levados para Capivari.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();