Rapaz de 21 anos é morto a tiros em briga de trânsito - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 25 de março de 2022

Rapaz de 21 anos é morto a tiros em briga de trânsito


Uma briga de trânsito resultou na morte a tiros do motociclista Ailson Augusto Ortiz, de 21 anos, em Cascavel, na região oeste do Paraná, segundo a Polícia Militar (PM).

Segundo a PM, nas imagens é possível ver o momento em que um carro e uma moto estacionam. Em seguida, os dois homens descem dos veículos e iniciam uma discussão.

A gravação mostra ainda que um dos homens agride o outro com um tapa. Depois, o motorista saca uma arma de fogo e atira contra o motociclista, conforme a PM.

O motorista fugiu do local. De acordo com a polícia, outras pessoas estavam dentro do carro.

“Um menino doce, com 21 anos, não tinha problema com ninguém, não era de bagunça, de festa, de balada, só trabalhava, ia pra casa, família. [...] Começando a vida, um menino lindo, só ria o tempo todo. A gente pede justiça, acabou com uma família”, relata Vagner Ortiz, sobre o filho Ailson Augusto Ortiz, de 21 anos, morto a tiros nesta quinta-feira (24).

O suspeito que aparece atirando no jovem fugiu do local e ainda não foi identificado, segundo a polícia.

Duas pessoas, que preferem não ser identificadas, relataram como o crime aconteceu em entrevista à RPC.

Uma delas conta que tentou conversar com o homem e, também, que pediu para que ele não atirasse no jovem, mas foi ameaçada pelo suspeito.

"Eu pedi pra ele 'senhor, não mata não, não mata não'. Aí ele falou 'vai sobrar pra você também'. Aí eu corri pra dentro (casa). Acabou as balas, senão ele atirava, eu acho, ele ia me atirar. Pensei de correr em cima, segurar ele, mas daí falei não vou fazer isso", descreve a testemunha.

Outra pessoa, que passava pelo local, disse que os dois estavam discutindo possivelmente porque um fechou o outro no trânsito.

"Eu vi que eles estavam discutindo. O menino que faleceu aqui foi dar um soco no senhor, o senhor puxou uma pistola e atirou nele à queima-roupa, foi o que eu vi. Depois eu, tipo assim, me assustei e não vi mais nada. [...] Só sei que foi uma fechada de trânsito. Acho que às vezes ele pode ter fechado o menino aqui e o menino não gostou, foi pra cima dele, foi uma discussão, daí ele pegou a pistola e atirou à queima-roupa".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();