Polícia recupera carreta com carga avaliada em R$ 500 mil em Jundiaí - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 3 de março de 2022

Polícia recupera carreta com carga avaliada em R$ 500 mil em Jundiaí






Na última quarta-feira (2), a Polícia de Jundiaí recuperou uma carreta Scânia,  que transportava carga de algodão avaliada em R$ 500 mil. O veículo foi roubado por uma quadrilha na Rodovia João Cereser, em Jundiaí, próximo da empresa DAE.


O motorista, que ficou em cativeiro das 7 às 15h30, no meio de matagal. Em depoimento a polícia ele disse que foi fechado por uma caminhonete quando levava a carga para Morungaba, para não colidir com o outro veículo ele contou que freou e nisso desceram quatro homens armados, que o colocaram no carro e depois o encapuzaram.


Enquanto a quadrilha levava o motorista para o matagal, a polícia era informada de que o caminhão estava nas proximidades do pedágio da Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra. Os policiais foram pala Estrada de Itatiba e o caminhão roubado voltou para Jundiaí, seguiu para a Via Anhanguera e ingressou na Rodovia Romildo Prado, em Louveira, quando houve cerco policial.


O bandido que estava no caminhão disse a PM ao ser preso de que a quadrilha prometeu a ele uma quantia de R$ 500,00 para transportar o caminhão até Louveira, onde outra pessoa iria buscar o veículo. Ele não soube informar quem são os integrantes da quadrilha e nem quem ofereceu a quantia a ele. 


Após recuperarem o caminhão, chegou a polícia a informação de que de que o caminhoneiro tinha sido libertado às margens da Via Anhanguera, próximo do Posto Graal, no bairro dos Fernandes, em Jundiaí.


Os policiais buscaram o motorista e colheram o depoimento dele, que disse que não tinha condições de reconhecer os criminosos que estavam encapuzados e armados.


Foi fixada uma fiança de 2 mil reais de fiança para o homem preso por dirigir o caminhão roubado.

Como ele não tinha a quantia foi preso em flagrante por Receptação e levado para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.



(Fonte Jornal da Região)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();