Governo de SP inicia pré-cadastro para vacinação de crianças de 5 a 11 contra a COVID-19 - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Governo de SP inicia pré-cadastro para vacinação de crianças de 5 a 11 contra a COVID-19

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (12) a abertura do pré-cadastro para início da vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a COVID-19 no estado.

Segundo o governador João Doria (PSDB), a partir desta data os pais podem acessar o site do governo paulista (www.vacinaja.sp.gov.br) para inserir os dados da criança e agilizar o atendimento nos postos de saúde do estado.

“O pré-cadastro agiliza o atendimento na hora da vacinação. Nós já imprimimos 4,5 milhões e já distribuímos da carteirinha de vacinação para crianças, devidamente caracterizada para essa finalizada, compramos também 4,5 milhões de seringas e agulhas especialmente para essa vacinação das crianças, e preparamos toda a logística. Treinamos aqueles que farão a imunização em 5,2 mil pontos de vacinação, além de 268 escolas públicas estaduais que já estão preparados para essa vacinação de crianças de 5 a 11 anos”, informou João Doria.

Segundo o governador João Doria (PSDB), a partir desta data os pais podem acessar o site do governo paulista (www.vacinaja.sp.gov.br) para inserir os dados da criança e agilizar o atendimento nos postos de saúde do estado.

“O pré-cadastro agiliza o atendimento na hora da vacinação. Nós já imprimimos 4,5 milhões e já distribuímos da carteirinha de vacinação para crianças, devidamente caracterizada para essa finalizada, compramos também 4,5 milhões de seringas e agulhas especialmente para essa vacinação das crianças, e preparamos toda a logística. Treinamos aqueles que farão a imunização em 5,2 mil pontos de vacinação, além de 268 escolas públicas estaduais que já estão preparados para essa vacinação de crianças de 5 a 11 anos”, informou João Doria.

De acordo com o governador, a capacidade de vacinação do estado é de 250 mil crianças por dia, podendo este número ser até superior de acordo com a demanda das famílias paulistas.

A prioridade da vacinação será de crianças com algum tipo de comorbidade ou deficiência, além de indígenas e quilombolas, conforme a tabela abaixo.

(Fonte: G1/Imagem: Prefeitura de Jundiaí)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas