São Paulo pede “adoção imediata” do passaporte da vacina ao Ministério da Saúde - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

São Paulo pede “adoção imediata” do passaporte da vacina ao Ministério da Saúde

 




O governo do estado de São Paulo encaminhou um ofício hoje (8) ao Ministério da Saúde solicitando a “adoção imediata” do passaporte da vacina contra Covid-19 para viajantes internacionais que desembarcam nos aeroportos brasileiros.


De acordo com o governador João Doria (PSDB), caso o governo federal não acate o pedido até o dia 15 de dezembro, a gestão estadual exigirá o passaporte da vacina nos aeroportos e portos localizados dentro de seu território.


“Se até o dia 15 de dezembro o governo federal não adotar o passaporte, São Paulo vai adotar, sim, e vai exigir sim nos seus aeroportos internacionais. Isso é um direito que nos cabe, apesar de fisicamente ser propriedade do governo federal e administração da Infraero, mas o território do estado de São Paulo é de responsabilidade do governo do estado de São Paulo e o mesmo se aplica também para os portos. Esse procedimento será adotado pela nossa secretaria de Saúde e pelo nosso Programa Estadual de Imunização”, afirmou o governador em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (8).


A iniciativa de enviar o ofício ao Ministério da Saúde partiu de uma recomendação do Comitê Científico de São Paulo, responsável por aconselhar o governo paulista sobre assuntos relacionados com a pandemia de Covid-19.


“As pessoas que estão vacinadas, com cobertura completa, elas não estão livres de serem infectadas e de eventualmente transmitirem o vírus, mas elas têm muito menos chance de serem infectadas e de terem uma carga viral que permita com que elas transmitam o vírus pra outras pessoas no lugar de destino de suas viagens. Então, é nesse sentido que nós colocamos a importância dessa medida”, defendeu Paulo Menezes, coordenador do Comitê. 


(Fonte/Brasil 123)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas