Polícia pede prisão de cunhado de jovem que desapareceu após sair de casa para fazer exame - A Voz da Região

Agora

quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Polícia pede prisão de cunhado de jovem que desapareceu após sair de casa para fazer exame

Segundo matéria do portal G1 a Polícia Civil pediu a prisão temporária do cunhado da jovem de 27 anos que desapareceu em Campo Limpo Paulista (SP) há uma semana. Juliana Souza de Oliveira saiu de casa no dia 1º de dezembro para fazer um exame de sangue em Várzea Paulista (SP), cidade que fica a cerca de oito quilômetros de distância.

Segundo a polícia, o cunhado da jovem, está desaparecido desde sexta-feira (3) e é considerado foragido da Justiça. Para a polícia, ele é o principal suspeito de envolvimento no caso. O delegado Rafael Diório, responsável pela investigação, diz que, por causa do sumiço do homem junto com declarações contraditórias dele, Reginaldo passou a ser investigado como suspeito.

"Na quinta-feira (2), quando foi feito o registro da ocorrência e se iniciaram as buscas neste loteamento, algumas declarações dele se encontraram contraditórias. Então, tendo em vista esse primeiro dia e, além de ele sair de casa e não falar o local onde está, levou a polícia a tratá-lo como principal suspeito"

O cunhado da vítima trabalha como segurança em um loteamento que fica às margens da Rodovia Edgard Máximo Zambotto, em Campo Limpo Paulista, onde foi registrado o último sinal do celular de Juliana. Durante as buscas, que tiveram início na semana passada, cães farejadores identificaram que a jovem esteve no local.

O cunhado, de 36 anos, já havia sido ouvido pela polícia antes de desaparecer e, de acordo com o delegado, aparentava muito nervosismo. Quando prestou depoimento, ele ainda não era apontado como suspeito pela investigação.

Na terça-feira (7), a Polícia Civil pediu a quebra do sigilo telefônico de pessoas suspeitas de envolvimento no caso. Testemunhas foram ouvidas por investigadores e, com autorização judicial, as redes sociais dos suspeitos também serão investigadas. Detalhes sobre quem são essas pessoas não foram divulgados.

Os investigadores devem ouvir outros familiares de Juliana nesta quarta-feira (8). Além disso, a polícia analisa vídeos de câmeras de segurança do trajeto por onde a jovem pode ter passado. As primeiras imagens mostram o carro do cunhado no caminho que leva até o loteamento.

Fonte: G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();