Jovem dá à luz em casa em Itupeva: 'Emocionante, mas desesperador', diz mãe da paciente - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 27 de dezembro de 2021

Jovem dá à luz em casa em Itupeva: 'Emocionante, mas desesperador', diz mãe da paciente

Segundo matéria do portal G1 a bebê Laura Manuelly chegou para alegrar a família antes da véspera do Natal, em Itupeva (SP). O nascimento ocorreu na casa da avó, que ajudou a filha no parto.

A mãe da bebê, Daniela Pereira dos Santos, de 24 anos, tem deficiência auditiva e chegou a ir ao hospital na manhã de quinta-feira (23), no entanto, foi orientada a voltar para a casa porque não havia dilatação suficiente. Depois de uma hora, o parto aconteceu. Ao g1, ela contou que estava no banheiro quando a bebê começou a nascer. A mãe dela e o noivo ajudaram ela a sair do cômodo e seguraram a criança.

"Foi primeiro muita dor e muito susto. Quando vi ela nascer, tive muito medo, mas depois minha mãe pegou a nenê e falou que ela estava bem e chorou. Aí ficou tudo bem, fiquei mais calma", explica Daniela.

A avó da bebê, Lucia dos Santos, de 49 anos, relatou que acompanhou a filha o tempo todo e ficou bastante preocupada com a bebê. Laura Manuelly nasceu com 3,450 quilos e 49 centímetros.

"Em casa, ela começou a passar mal e sentiu muita dor. Pedi para ela se arrumar e ir ao hospital de novo, mas, quando vi, ela estava no banheiro e a bebê quase caiu no vaso. Quando ela saiu do banheiro, a bebê nasceu. Eu e o noivo dela pegamos a nenê. Foi muito emocionante, mas também desesperador", explica Lucia.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para atendimento. A enfermeira Ana Kélvia do Nascimento Silva relatou ao g1 que, quando a equipe chegou, a bebê já havia nascido e foram feitos os processos de finalização do parto.

"Tivemos um pouco de dificuldade na comunicação, mas tentamos conversar e fazer a leitura labial. A avó ajudou na comunicação entre a equipe e a mãe. Estávamos em um plantão com muitos atendimentos, porém, quando fui deslocada para essa ocorrência, esse meu cansaço parece que foi embora", detalha.

Ainda segundo Ana Kélvia, foi a primeira vez que ela se deparou com um caso assim. Para a equipe, presenciar o nascimento de um bebê é uma alegria.

"Realmente foi um presente tanto para a mãe quanto pra nossa equipe porque criança é sinônimo de luz e felicidade. Senti que o nosso Natal e o da família foi completo. Eu, pela experiência na minha profissão, e a família pela linda bebê que vai estar com eles."

A mãe e a bebê estão internadas no Hospital Municipal de Itupeva e devem receber alta neste sábado (25).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas