Bolsonaro é a personalidade do ano da revista Time - A Voz da Região

Agora

quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Bolsonaro é a personalidade do ano da revista Time






 O presidente Jair Bolsonaro (PL) curiosamente venceu a eleição de personalidade do ano de 2021 da prestigiada revista americana "Time". A informação foi divulgada pela publicação na tarde desta quarta-feira.


Dos mais de 9 milhões de votos lançados pelos leitores, para quem eles pensam ser a pessoa ou grupo que teve a maior influência no ano —para melhor ou pior, Bolsonaro recebeu 24% dos votos. A personalidade de 2021, no entanto, só é escolhida em uma votação final feita por editores da revista. O resultado será revelado no dia 13 de dezembro.  


Ao anunciar o vencedor através do voto popular, a revista destacou a alta taxa de rejeição do mandatário brasileiro e a lista de polêmicas envolvendo o seu nome.


Segundo a publicação, Bolsonaro foi criticado recentemente pelo STF (Supremo Tribunal Federal), que ordenou uma investigação oficial sobre os comentários feitos pelo presidente no dia 24 de outubro, alegando falsamente que tomar as vacinas contra a covid-19 poderia aumentar a chance de contrair Aids.


"Facebook e o Instagram retiraram a transmissão ao vivo dias depois de ela ter sido postada online, citando uma violação de suas regras", afirmou a revista.


A "Time" também lembra que um relatório produzido pelo Senado, em outubro, recomendou que o presidente fosse indiciado por várias acusações criminais por administrar mal a resposta do país à pandemia da covid-19. O número de mortos em razão da doença, desde o início da crise sanitária no Brasil, chegou a 615.789.


O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump ficou em segundo lugar na pesquisa popular, com 9% dos votos. Já os profissionais de saúde da linha de frente que trabalharam duro em meio à pandemia ficaram em terceiro lugar, com 6,3% dos votos. 


A lista de opções também incluía os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da China, Xi Jinping, e os primeiros-ministros da Índia, Narendra Modi, e da Nova Zelândia, Jacinda Ardern.


Nas redes sociais, Bolsonaro agradeceu os votos recebidos e parabenizou o ex-presidente americano Donald Trump pelo segundo lugar. Agradeço aos 2.160.000 eleitores (sic) que votaram em mim. Esperamos que a revista 'Time' nos conceda, de fato, o título respeitando o resultado das eleições. Nossos cumprimentos a Donald Trump pelo segundo lugar.



(Fonte/ UOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas