Boate Kiss - Advogada de réu usa carta psicografada de vítima para pedir absolvição - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

Boate Kiss - Advogada de réu usa carta psicografada de vítima para pedir absolvição

 


A advogada Tatiana Borsa, que defende O músico Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da banda Gurizada Fandangueira que segurava o artefato pirotécnico na Boate Kiss, exibiu nesta quinta-feira durante o júri um áudio que, de acordo com sua versão, reproduz a mensagem enviada por Guilherme Gonçalves, um dos 242 jovens mortos no incêndio

Segundo Tatiana Borsa, a carta foi recebida pelo centro espírita Irmã Valquíria, localizado em Uberaba (MG), em 13 de junho de 2013, seis meses após a tragédia. A carta consta no livro "Nossa nova caminhada" que reúne mensagens de sete jovens mortos no incêndio. A obra, lançada por pais das vítimas, foi incluída nos autos do processo.

“Pai e mãe, estimaria vê-los longe de qualquer protesto. Os responsáveis também têm famílias e não tiveram qualquer intenção. Pensemos no fato como uma fatalidade”, diz a carta supostamente enviada do pós-vida.

“Mãe e pai, continuem a caminhar com a certeza de que não me perderam de maneira nenhuma. Ao invés de gastar nosso pensamento procurando por culpados, eu os convido a nos unir em oração.”

A advogada pede a absolvição de Marcelo argumentando que ele confiava no assistente da banda, que era responsável por cuidar da pirotecnia. Borsa alegou ainda que seu cliente nunca teve intenção de matar outras pessoas. Ela foi a segunda defensora a falar nesta quinta-feira durante o nono dia do júri, o mais longo da história do Judiciário gaúcho.

A Promotoria defende a condenação dos quatro réus e sustenta que tanto o uso do artefato em espaço fechado como a lotação da casa noturna configuram crimes de homicídio e tentativa de homicídio com dolo eventual. O resultado com as sentenças dos réus está previsto para sair nesta sexta-feira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();