6 anos após matar ex-namorado durante sexo, jovem consegue passar para o regime semiaberto - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

6 anos após matar ex-namorado durante sexo, jovem consegue passar para o regime semiaberto

Após ser condenada por matar o ex-namorado a facadas durante o ato sexual, Vânia Basílio Rocha foi autorizada deixar o presídio feminino de Vilhena (RO) após a Justiça de Rondônia conceder uma progressão de regime semiaberto Aos 18 anos, em 2015, Vânia confessou ter matado Marcos Catanio a facadas, sendo inicialmente condenada a 13 anos de prisão. Em 2017 a pena diminuída para 8 anos e 4 meses de reclusão. Após passar pouco mais de 6 anos no regime fechado a progressão foi concedida faltando um ano e meio para o fim do cumprimento da pena, o que, segundo a justiça, dá mais de 81% da pena cumprida em regime fechado. Vânia vai usar tornozeleira eletrônica e ficará sob a tutela da mãe. O documento judicial não indica se a acusada tem autorização para fazer cursos ou trabalhar fora do presídio. A decisão do juiz levou em conta que a criminosa não tinha faltas disciplinares ou incidentes pendentes, o que seria um "indicativo de bom comportamento carcerário." Apesar deste fato, lados psiquiátricos apontam que Vânia é sociopata (pessoa com transtorno de personalidade antissocial), por isso foi determinado pela Justiça também determinou que a reeducanda mantenha o tratamento médico psiquiátrico e também psicológico, enquanto estiver fora do presídio, assim como a utilização regular dos medicamentos específicos. A mãe de Vânia ficará responsável por acompanhar e exercer os cuidados e vigilância da filha, sendo a responsável por encaminhar relatórios mensais do acompanhamento e tratamento psiquiátrico e psicológico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas