Jundiaí - Mãe de Rafael comenta sobre a sentença do assassino de seu filho. - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 7 de junho de 2024

Jundiaí - Mãe de Rafael comenta sobre a sentença do assassino de seu filho.


Vilma Aparecida da Silva, mãe do músico Rafael dos Santos, conhecido como Rafa Desaffio, que foi assassinado a tiros no ano passado em Jundiaí, expressou sua opinião sobre a sentença de 12 anos de prisão em regime fechado dada a Ícaro Paz, autor do homicídio, em uma entrevista concedida ao Jornal de Jundiaí na manhã desta sexta-feira (7). Para ela, a pena deveria ser mais severa, mas afirmou que "no Brasil, ainda falta muito para o país saber como condenar alguém". Em um tom de desabafo, ela mencionou: "Ele logo estará fora da prisão e junto de sua família, mas para mim, a única coisa que posso fazer é ir ao cemitério visitar e rezar pelo meu filho".

A mãe, presente durante o julgamento popular realizado no Fórum de Jundiaí na quinta-feira (6), revelou que não mantinha expectativas de uma condenação justa. "Quanto à pena, na verdade, eu esperava até menos. Eu desejava uma pena mais longa, mas estamos no Brasil", disse ela. "Se o Alexandre Nardoni, que matou a própria filha, já está livre e vivendo na sociedade, acredito que ainda há muito a ser feito para o Brasil saber como condenar alguém. Não fiquei satisfeita, mas a justiça foi feita, pois ele mesmo (Ícaro) admitiu que está enfrentando dificuldades e que ninguém imagina o que é viver em um Centro de Triagem ou CDP (Centro de Detenção Provisória). Pelo menos agora ele saberá como é viver em um presídio", acrescentou.

"Mesmo que essa pena possa ser reduzida com o tempo, ele não vai suportar. Se já estava reclamando de uma cela em um centro de triagem, imagine agora. Ele tirou a vida do meu filho e o que esperava, ficar em um hotel? A pena imposta a ele foi branda, mas estou satisfeita que ao menos houve alguma punição. Quero vê-lo chorando lágrimas de sangue, assim como eu chorei, ele também vai chorar".

Fonte: Jornal de Jundiaí

Nenhum comentário:

Postar um comentário