Adolescente na UTI apresentava batimentos cardíacos de 190 quando o pai a tocava para estuprá-la. - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 13 de junho de 2024

Adolescente na UTI apresentava batimentos cardíacos de 190 quando o pai a tocava para estuprá-la.


Os batimentos cardíacos de uma adolescente internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, chegavam a 190 por minuto quando o pai dela passava a mão em seu corpo. O homem foi preso em 13 de maio pela Polícia Civil sob suspeita de estupro vulnerável.

O caso foi divulgado pelo programa Profissão Repórter nesta terça-feira (11).

Segundo uma enfermeira que testemunhou para a investigação, "Sempre que o genitor se aproxima da paciente [...], os batimentos cardíacos ficam altos, já tendo chegado a 190, em pelo menos três ocasiões".

Os médicos consideram que um batimento cardíaco normal, em repouso, está entre 50 e 90 batimentos por minuto. Acima de 180, há risco de problemas cardíacos, como uma parada cardíaca.

A equipe que notou a agitação da garota de 17 anos decidiu gravar as ações do pai durante suas visitas no hospital (veja vídeo abaixo). As filmagens mostram o homem acariciando os seios por baixo do avental e tocando as pernas da jovem. As imagens foram enviadas à delegacia local e fundamentaram a prisão do suspeito. Testemunhas também relataram que as filmagens mostram o homem abrindo a fralda da filha e tocando sua região genital, além de dar beijos excessivos em seu pescoço e peito.

O homem permanece detido preventivamente e se tornou réu em um processo por estupro.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário