Após dívidas deixadas durante a gestão do então prefeito em exercício, Angelin, pais precisam acionar MP para garantir atendimento de alunos da APAE de Itupeva. - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 14 de março de 2024

Após dívidas deixadas durante a gestão do então prefeito em exercício, Angelin, pais precisam acionar MP para garantir atendimento de alunos da APAE de Itupeva.

 

Foto: Reprodução redes Sociais 


Após dívidas deixadas durante a gestão do então prefeito em exercício, Angelin Lorenção, pais precisam acionar Ministério Público para garantir atendimento de alunos da APAE de Itupeva.

No ano de 2022, devido uma demanda de alunos da rede municipal de ensino, os quais foram encaminhados a APAE, foi formalizado um termo de fomento entre a entidade e a Prefeitura Municipal de Itupeva, para o atendimento de 13 alunos, esse termo foi assinado em agosto de 2022.

No entanto, desde de julho de 2023 a APAE não recebeu mais os repasses da prefeitura. Foi então que a entidade procurou o então prefeito em exercício, Angelin Lorenção, para renovação do termo de fomento e também buscar uma solução quanto aos valores em atraso, porém mesmo com importância do tema o prefeito não apresentou nenhuma solução.

Para não interromper o atendimento escolar desses alunos, mesmo após várias conversas, a APAE manteve as salas com recursos próprios até final de dezembro de 2023, totalizando 6 meses sem repasse e sem a renovação termo.

A presidente da APAE de Itupeva, Flávia Salles, preocupada com a situação informou a gestão do novo prefeito, Rogerio Cavalin, após a posse que, a APAE não dispunha de recursos para continuar mantendo as salas. Dessa forma, iniciou as negociações com a gestão atual, a qual se dispões a atender. Porém, houve a necessidade de a nova gestão compreender todo o processo, sempre se colocando à disposição.

No entanto, alguns pais dos alunos em questão, foram procurar o Ministério Público e Conselho Tutelar em busca de soluções. Assim, o Ministério Público determinou que as partes resolvessem a questão para que as aulas fossem retomadas de imediato. Sendo assim, a Prefeitura se comprometeu em realizar os pagamentos dos meses de julho/23 a dezembro/23, o mais breve possível. A APAE foi comunicada pela prefeitura que ainda essa semana eles iriam efetivar os pagamentos.

Os alunos já retornaram às aulas no dia 12 de março, conforme comunicado da APAE em seus meios de comunicação, que inclusive agradeceu a gestão atual pelo empenho e compromisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário