Homem armado que aparece em vídeo ameaçando jovem em SP é identificado como investigador da polícia; Corregedoria é acionada - A Voz da Região

Agora

quarta-feira, 15 de novembro de 2023

Homem armado que aparece em vídeo ameaçando jovem em SP é identificado como investigador da polícia; Corregedoria é acionada




 

Segundo informações do G1 a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou nesta quarta-feira (15) que já identificou o homem que foi flagrado apontado uma arma para um adolescente no bairro do Carandiru, Zona Norte da capital paulista, no último domingo (12). Segundo a pasta, o homem chamado de Paulo por uma mulher que tenta proteger o adolescente, é um investigador da Polícia Civil, que já está sendo investigado pela Corregedoria da corporação. “A Polícia Civil, a partir do momento que tomou conhecimento do vídeo, instaurou inquérito policial e identificou o homem armado, que se trata de um investigador de polícia. A Corregedoria foi acionada e apura o caso”, disse a SSP em nota. O ouvidor das polícias de São Paulo, Claudio Silva, afirmou em entrevista à GloboNews que pedirá o afastamento e desarmamento do investigador, considerando que ele já possui histórico de episódios violentos, o que, inclusive, levou a própria irmã a ter uma medida protetiva contra ele. Em vídeo publicado pela Ponte Jornalismo que viralizou nas redes sociais, o investigador aparece apontando uma pistola contra um adolescente, que supostamente estava realizando roubos na região da estação do Metrô. O flagrante ganhou notoriedade não só pela postura de violência do investigador armado - que bate e ameaça o suposto infrator com a pistola na frente de crianças - mas também pela omissão de uma policial militar uniformizada. A PM assiste toda a cena sem intervir. Quando é questionada sobre a falta de ação por um fotógrafo, ela diz que “está de folga e o procedimento é ligar para o 190 e chamar uma viatura”. De acordo com a SSP, houve uma conduta omissa considerada grave da agente da PM, "uma vez que não condiz com as expectativas da sociedade e muito menos com as responsabilidades do profissional de segurança pública". Fonte: G1 VEJA O VIDEO

Nenhum comentário:

Postar um comentário