Campo Limpo Paulista - Homem que estava desaparecido é encontrado morto com sinais de espancamento no interior de SP - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 24 de julho de 2023

Campo Limpo Paulista - Homem que estava desaparecido é encontrado morto com sinais de espancamento no interior de SP

Segundo reportagem do portal G1 o corpo do homem de 33 anos, que estava desaparecido desde quarta-feira (19) no interior de São Paulo, foi reconhecido pela família neste sábado (22) na região bragantina. Ele foi espancado até a morte. Ninguém foi preso. De acordo com o boletim de ocorrência, Ibraim Santos Correia foi visto pela última vez quando saiu de casa na Rua Vitória Régia, no bairro PO Internacional, em Campos Limpo Paulista, para ir ao bar de um familiar que fica na mesma rua. O rapaz teria permanecido no local entre às 16h e 17h de quarta-feira (19) e desde então não era mais visto. No dia seguinte ao desaparecimento, a família encontrou vestígios de sangue na rua próxima à residência, ao lado de uma pedra que também apresentava manchas de sangue. Junto às marcas, foram encontrados pertences de Ibraim, como cigarros, boné e isqueiro. A família registrou boletim de ocorrência relatando o desaparecimento e mobilizou parentes, amigos e a polícia para localizar o homem. Na última quinta-feira (20), um homem, até então não identificado, foi encontrado morto na zona rural de Atibaia, na Estrada Campininha. A vítima foi espancada até a morte e deixada em uma área de mata. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Bragança Paulista. Neste sábado, a esposa de Ibraim esteve no IML e reconheceu que o corpo é do marido. A família agora aguarda liberação do corpo para poder realizar o velório e o enterro de Ibraim. A previsão é que ele seja sepultado ainda neste domingo (23), em Campo Limpo Paulista, onde morava. Ainda segundo a família, Ibraim era dependente químico e tinha antecedentes criminais, mas não possuía inimigos. O caso foi registrado como homicídio no Plantão da Delegacia de Polícia de Atibaia, que investiga o crime. Até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso. Qualquer informação sobre a identidade ou o paradeiro do assassino pode ser comunicada pelos telefones 190 da Polícia Militar ou 181 do Disque Denúncia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário