Bebê de 2 meses que morreu pode ter ingerido colírio no lugar de medicamento para vômitos; Polícia investiga o caso - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 6 de março de 2023

Bebê de 2 meses que morreu pode ter ingerido colírio no lugar de medicamento para vômitos; Polícia investiga o caso

 



Com apenas dois meses, o bebê Ravi Lorenzo, morreu por suspeita de ingerir um colírio que teria sido vendido por engano em uma farmácia de Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, o remédio receitado corretamente, e que a criança deveria ter tomado, era para evitar vômito e enjoo. A criança veio a óbito na madrugada deste domingo (5).


Em depoimento a polícia, a mãe da criança disse que o filho estava com sintomas como náuseas, vômito e febre, motivo pelo qual ela foi até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Após examinar a criança, o médico prescreveu três remédios, um deles, a “bromoprida”, que evita vômitos.


A mãe informou que, ao contrário do que o médico receitou, o remédio vendido pela farmácia foi o “tartarato de brimonidina”, um colírio para o tratamento de glaucoma. A mãe voltou na UPA e os médicos chegaram a intubar o menino, mas ele não resistiu.


O laudo preliminar apontou que a ingestão do remédio pode ter provocado a morte da criança, mas a afirmação só poderá ser dada após a conclusão dos exames.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();