Várzea Paulista - Homem abusa sexualmente da ex, com quem tem filha de 5 anos - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 9 de janeiro de 2023

Várzea Paulista - Homem abusa sexualmente da ex, com quem tem filha de 5 anos

Uma jovem de 29 anos procurou a Polícia Civil de Várzea Paulista para relatar um abuso sexual que teria sofrido do ex-companheiro, de 40 anos, com quem tem uma filha pequena. Segundo relatou, o homem mora no sul do país, onde cumpriu pena por assalto. Viveu com ele por cerca de três anos, nascendo da união uma menina com cinco anos atualmente. Ela contou que, no final do ano, começou a receber mensagens do ex, que dizia querer ver a filha. Não respondeu e foi surpreendida com a chegada do homem na rua de sua casa, de carro. A jovem explicou que tem uma medida protetiva contra o ex, mas acabou conversando com ele dentro do veículo, ouvindo do homem de que ele havia muda e, agora, estava trabalhando. Mesmo não querendo voltar a viver com ele, permitiu que dormisse em sua casa durante as festas de fim de ano, levando em consideração a afirmação do homem de que estava com saudade da filha. Houve permissão de sua mãe, avó da menina e ex-sogra do acusado, para que ele passasse a noite no local. Antes disso, no entanto, disse que foi convidada por ele para que dormissem na noite anterior em um hotel, aceitando o convite. Ao amanhecer, no entanto, deixou claro para o ex que ambos não viveriam mais juntos, já que não sentia mais vontade de estar com ele. A jovem afirmou que o ex não tentou convencê-la ao contrário e pediu para que dormisse em sua casa pelo menos mais aquela noite. Será que mudou? Naquele mesmo dia, já começou a desconfiar de que a história de que ele havia mudado de vida era verdade, já que, no trajeto para casa, ele comentou que estava com vontade de fumar maconha e pediu que o acompanhasse até um local ermo para que pudesse usar a droga. Durante o uso do narcótico, também pediu dinheiro para que pudesse voltar para a sul após as festas e tomou seu celular ao ouvir que ela não tinha dinheiro. Em posse do aparelho, resolveu se passar pela jovem para pedir dinheiro à irmã dela, sua ex-cunhada. Acreditando que o homem iria embora após as festas, ela foi surpreendida durante a madrugada com a invasão do ex a seu quarto. Armado com uma faca, obrigou-a a manter relação sexual, caso contrário a mataria. Para tanto, colocou a faca no pescoço da jovem, que acabou lesionando os dedos ao tentar afastar o objeto de si. Continuou a ser abusada e ainda teve de ouvir que aquilo era uma lição para que a moradora aprendesse a não ignorá-lo. Apesar de ter tido coragem de estuprar a mãe de sua filha, o ex-condenado por roubo decidiu fugir para não ter de se explicar à polícia. Não deixou, no entanto, de fazer mais uma ameaça à jovem, garantindo que pediria para que “irmãos” (integrantes de uma facção criminosa) fossem até a casa dela. Estupro O crime de estupro tem pena de até 10 anos de reclusão e é inafiançável. Seu cumprimento é, inicialmente, em regime fechado, e a progressão de regime só poderá ser decretada com o cumprimento de 2/5 da pena em caso de condenado reincidente. #ImprensaPolicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();