Mulher chora ao reencontrar cachorro perdido por oito anos - A Voz da Região

Agora

sábado, 14 de janeiro de 2023

Mulher chora ao reencontrar cachorro perdido por oito anos

A mulher não se conteve e foi às lágrimas. Depois de oito anos, tutora e cachorro estão juntos. Depois de oito longos anos – a metade da jornada da vida de um cachorro –, uma mulher que morou na Flórida (sudeste dos EUA) finalmente reencontrou o melhor amigo que estava perdido. O fato aconteceu em Fort Myers e, depois da longa busca, a tutora declarou à imprensa: “Nós nunca deixamos de procurá-lo”.
Efetivamente, desde que, por um descuido, Harley, um pitbull ainda filhote, saiu de casa e foi brincar na mata próxima, a família nunca deixou de procurá-lo. Betsy Dehaan, a tutora, procurou por toda a vizinhança, pregou cartazes nos postes próximos e mobilizou todos os parentes e amigos para a busca.
Cachorro perdido
Betsy também recorreu às redes sociais, na tentativa de localizar Harley. O peludo desapareceu em fevereiro de 2014 e nunca mais foi visto, apesar dos esforços da família: na internet, a mensagem sobre o cachorro estava sempre atualizada:
“Olá, meu nome é Harley e eu estou perdido. Eu tomo medicação diária e preciso voltar para casa, para continuar o meu tratamento e rever a minha família. Eu tenho um microchip de identificação e estou registrado no Condado de Lee [do qual Fort Myers é a capital]. Se você tiver alguma informação, por favor contate os meus tutores.” O reencontro
Recentemente, Angie Bray, que também mora na Flórida, encontrou um cachorro em péssimas condições. O pitbull tinha a pelagem idêntica à de Harley, mas estava faminto e desnutrido. Era possível ver as costelas se destacando embaixo da pele.
Angie disse mais tarde que, ao ver o cachorro tão maltratado, teve vontade de chorar. O olhar no animal, no entanto, era estranhamente familiar. A mulher conseguiu identificar o cachorro que tinha visto na internet, dado como perdido e com uma família aflita tentando encontrá-lo durante vários anos.
A mulher resolveu resgatar o cachorro, que foi levado para o Hospital Veterinário Cypress Lake. Ela também acessou o Lee County Animal Services, órgão responsável pelo socorro e encaminhamento de animais de rua no condado. No hospital, finalmente o microchip de identificação foi localizado. Com o número de telefone de Betsy, Angie entrou imediatamente em contato. Era uma manhã de sábado e a antiga tutora não sabia o que pensar. Alarmada com a chamada telefônica, Betsy não conseguia deixar de pensar que poderia ser apenas mais um trote, entre os muitos que tinha recebido naqueles oito anos de espera e apreensão. Mas a esperança renasceu rapidamente.
Betsy retornou a ligação para falar com a equipe do hospital. O médico responsável confirmou que o cachorro tinha sido socorrido e, de acordo com os dados do microchip, a identificação estava clara. A tutora não teve dúvidas. Ela pegou o carro e enfrentou uma viagem de 1.600 km, de volta a Fort Myers. Na estrada, ela seguia pensando se Harley seria capaz de reconhecê-la. O reencontro foi comovente. O cachorro tinha sido levado para o abrigo – apesar de fraco e desnutrido, ele estava em boas condições de saúde. Harley já ficou alerta ao ouvir a voz de Betsy: quando viu a tutora aproximar-se, ele correu em direção a ela, como se aqueles longos anos tivessem sido apenas alguns minutos.
Comprovada a identidade e a posse, Betsy levou o cachorro para a casa nova. Harley voltou a fazer parte da família e já reconheceu diversos parentes. A tutora está feliz e orgulhosa pelas façanhas e aventuras que o pitbull enfrentou. A partir de agora, no entanto, ele terá apenas cuidados, carinhos e brincadeiras. Fonte: CaesOnline.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();