Jovem morre baleado por policial militar em Várzea Paulista - A Voz da Região

Agora

domingo, 22 de janeiro de 2023

Jovem morre baleado por policial militar em Várzea Paulista

Segundo matéria do portal G1 a Polícia Militar voltou ao bairro, assim como agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí e a perícia. No local, João Henrique Souza Gonçalves foi encontrado morto com duas marcas de tiro na cabeça, de entrada e saída da bala, segundo o BO. Não foram localizados projéteis no local da ocorrência, e a arma dos policiais envolvidos foram apreendidas. O PM suspeito de efetuar o disparo foi preso em flagrante e levado para o Presídio Militar Romão Gomes. O caso será investigado, e a Corregedoria PM acompanha a ocorrência.Um jovem de 20 anos morreu baleado por um policial militar na noite deste sábado (21) em Várzea Paulista (SP). Segundo o boletim de ocorrência, o PM relatou que disparou a arma de forma acidental ao se desequilibrar em uma escadaria, durante uma tentativa de abordagem. O caso aconteceu no bairro Vila Real, quando, segundo o BO, uma equipe da Polícia Militar estava em patrulhamento em um local conhecido como ponto de venda de drogas. Os PMs relataram que, durante a ocorrência, avistaram uma barricada na Rua Tambaú, que impedia a entrada da viatura. Neste momento, ainda conforme o relato dos policiais no boletim de ocorrência, quatro homens fugiram ao perceberem a presença da viatura, e um dos PMs saiu do veículo para tentar abordá-los. De acordo com o BO, o PM afirmou que os homens correram para uma escadaria no fim da rua e que, ao persegui-los, se desequilibrou no degrau da escada e acabou efetuando um disparo acidental. O policial disse que, de início, não percebeu que havia atingido alguém e voltou para viatura. O parceiro do PM relatou, no BO, que, após a tentativa de abordagem, o agente voltou para a viatura dizendo que havia perdido os homens que fugiram, e os dois retornaram à base. Momentos depois, o Samu foi acionado para socorrer um jovem baleado na rua da ocorrência. A Polícia Militar voltou ao bairro, assim como agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí e a perícia. No local, João Henrique Souza Gonçalves foi encontrado morto com duas marcas de tiro na cabeça, de entrada e saída da bala, segundo o BO. Não foram localizados projéteis no local da ocorrência, e a arma dos policiais envolvidos foram apreendidas. O PM suspeito de efetuar o disparo foi preso em flagrante e levado para o Presídio Militar Romão Gomes. O caso será investigado, e a Corregedoria PM acompanha a ocorrência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();