Governo Lula retira o Brasil de declaração internacional conservadora sobre aborto e família - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 20 de janeiro de 2023

Governo Lula retira o Brasil de declaração internacional conservadora sobre aborto e família

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu retirar o Brasil de uma declaração internacional conhecida como Declaração do Consenso de Genebra sobre Saúde da Mulher e Fortalecimento da Mulher. Esse documento tem caráter conservador e defende o "papel da família" baseado em casais heterossexuais e afirma que não há direito internacional ao aborto. O governo Lula justificou a retirada de apoio ao documento, afirmando que ele contém um "entendimento limitativo dos direitos sexuais e reprodutivos e do conceito de família" e que decidiu "atualizar o posicionamento do país". A declaração foi assinada pelo governo de Jair Bolsonaro em 2020 e marcou mais um episódio de alinhamento da gestão bolsonarista com a do então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que era idealizador da iniciativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();