JUNDIAÍ - Homem deixa rastro de destruição após invadir terminal da Colônia - A Voz da Região

Agora

segunda-feira, 19 de dezembro de 2022

JUNDIAÍ - Homem deixa rastro de destruição após invadir terminal da Colônia

 

A Polícia Civil de Jundiaí irá investigar o que provocou a atitude tresloucada de um homem que deixou um rastro de destruição por onde passou neste fim de semana.

Ele conseguiu ferir diversas pessoas, incluindo um guarda municipal, e ainda tentou atacar um escrivão ao ser levado ao Plantão Policial. Até mesmo no hospital, agiu com violência contra a equipe médica.

As atitudes anormais do homem foram comunicadas à GM a partir do homem em que ele tentou entrar no Terminal da Colônia sem pagar pela passagem de ônibus.

De início, tentou invadir a bilheteria, quebrando o vidro da estrutura para atacar uma funcionária. Não conseguiu acesso e foi até a catraca, conseguindo quebrar também este equipamento.

Solto no terminal, agiu como um verdadeiro “selvagem” e pulou na frente de um ônibus em movimento. Só não foi atropelado pela perícia do motorista, que freou a tempo.

Sem entender o que acontecia, o condutor foi surpreendido pelo pedestre, que passou a danificar o ônibus, totalmente descontrolado. Um fiscal tentou contê-lo, mas acabou fraturando um dos dedos.

Uma equipe da GM chegou neste momento e tentou intervir para deter o homem alterado. Ele, por sua vez, não desistiu e acertou um soco em um dos guardas, que teve seus óculos quebrados.

O outro agente, no entanto, conseguiu conter pelas costas o enlouquecido, que foi colocado à força na viatura e levado ao hospital na expectativa de tomar alguma medicação para se acalmar.

Já no Plantão Policial, ele tentou atacar um escrivão com cabeçadas. Também bateu a própria cabeça contra a parede no momento em que tentaram coletar suas impressões digitais.

Ferido, ele foi mais uma vez levado ao hospital. Desta vez, resolveu atacar a equipe médica e, novamente, precisou ser contido pelos guardas municipais.

Por tudo o que fez, ele terminou a noite em uma cela do Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista para aguardar audiência de custódia. Não foi informado se ele aparentava estar embriagado, sob uso de drogas ou se tinha traços de ser portador de alguma doença mental.


Fonte: Imprensa Policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário