Chuva forte provoca alagamentos e derruba arquibancada de estádio na região de Jundiaí - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 29 de dezembro de 2022

Chuva forte provoca alagamentos e derruba arquibancada de estádio na região de Jundiaí

 


Chuva forte provoca alagamentos e derruba arquibancada de estádio na região de Jundiaí — Foto: Arquivo pessoal

Por causa da chuva forte na madrugada desta quarta-feira (28), cidades da região de JundiaÍ (SP) amanheceram alagadas. No centro de Itatiba (SP), há pontos de extravasamento do Ribeirão Jacaré, e a arquibancada do estádio Rosita Futebol Clube cedeu.

Segundo a Defesa Civil de São Paulo, o período de chuvas intensas atingirá todo o estado até sexta-feira (30) e os moradores devem ficar em alerta.

Entre os locais mais atingidos na região estão os bairros Jardim Samambaia e Vila São João, em Itupeva (SP). Registros feitos pelos moradores mostram a água invadindo a garagem das residências e as ruas do bairro Jardim Samambaia completamente alagadas.

Equipes da prefeitura de Itatiba (SP) monitoram a situação da cidade e trabalham em um levantamento para poder atender as famílias desabrigadas por conta da chuva. A CPFL cortou a energia em alguns pontos do município para evitar o risco de descargas elétricas.

Bairro Samambaia foi um dos pontos de alagamento em Itupeva — Foto: Arquivo pessoal

Já em Jundiaí (SP), o principal ponto de alagamento é na Avenida Daniel Pellizari, embaixo da ponte da Rodovia dos Bandeirantes, região do Bairro do Poste. Nas últimas 24 horas, choveu 139 mm na cidade, sendo 108 apenas nas últimas 12 horas. Com isso, a cidade entrou em Estado de Atenção, que é caracterizado por chuvas acima dos 80 milímetros.

Segundo a prefeitura, seis famílias que moram na região do Jundiaí Mirim foram evacuadas e levadas para um local seguro, já que o local estava em obras.

Por conta da interdição, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Oeste está fechado. As equipes do serviço atuarão na EMEB Maria Aparecida Silva Congilio a partir das 9h desta quinta-feira (29), como ponto de apoio para as famílias atingidas. A ação seguirá até a normalização da ação.

Um balanço da Defesa Civil de Itupeva diz que 100 famílias foram afetadas pelos alagamentos. Segundo o secretário da Defesa Civil da cidade, Jonas Furlan, o nível da água nos bairros já está abaixando. "As famílias atingidas não precisaram ficar desabrigadas, só estão desalojadas", afirmou à TV TEM.

Em nota, a prefeitura informou que tem firmado uma linha de crédito de R$ 70 milhões e, desse total, R$ 30 milhões irão para obras de infraestrutura de drenagem urbana como a canalização do córrego da Lagoa, no jardim Samambaia, e no córrego Piracutu, na vila São João, e que o processo licitatório será iniciado em janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();