Coletivo de Jundiaí promove ações para arrecadar dinheiro em prol da Mata Ciliar e evitar fechamento do local - A Voz da Região

Agora

quarta-feira, 23 de novembro de 2022

Coletivo de Jundiaí promove ações para arrecadar dinheiro em prol da Mata Ciliar e evitar fechamento do local

Segundo matéria do portal G1 o Coletivo Japy, em conjunto com a SMC (Sociedade pela Mata Ciliar), está promovendo algumas ações para arrecadar dinheiro em prol da Mata Ciliar para ajudar a instituição com as despesas processuais que enfrenta. Os atos ocorrem para evitar o fechamento do local.

De acordo com a advogada e integrante do coletivo, Juliana Oliveira, serão três ações no total para ajudar a alcançar o valor necessário. Primeiro, uma rifa de quatro quadros dos animais da Mata, que foram pintados em parceria com uma escola de arte. Também um churrasco vegano e ainda será promovida a venda de mudas, que terão plantio coletivo no terreno da Mata.

Sobre a arrecadação, a advogada explicou que o valor necessário está em torno de R$ 21 mil. "Se arrecadar mais, será revertido para a Mata ou será deixado no caixa caso a gente precise produzir uma outra prova em algum momento do processo, que ainda tá correndo", explica.


Possível fechamento

Em maio 2021, a Mata foi notificada pelo consórcio de administração de aeroportos privados Voa São Paulo para desocupar uma área de quase três hectares que pertence ao aeroporto da cidade. 

No espaço que está em discussão vivem aproximadamente 100 animais em recintos, entre eles lobo-guará e felinos. A Voa-SP contratou um levantamento topográfico e, com o conhecimento de que essa área é de propriedade do aeroporto, a concessionária está pedindo o trecho para modernização e ampliação.

A direção da Mata Ciliar informou, na época, que ficou surpresa com a informação, porque está no local há mais de 25 anos por conta de um convênio com o Centro Paula Souza. A ONG disse também que não tem para onde levar os animais e que aguarda um contato oficial da concessionária para que possam chegar a um acordo.

Já em janeiro de 2022, a associação anunciou nas redes sociais sobre o possível fechamento do local alegando que a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo indeferiu as autorizações de instalação e de uso e manejo da fauna silvestre.

Segundo a Mata Ciliar, chegou um ofício do governo com o indeferimento e pedindo que os animais sejam entregues ao governo do estado, o que representaria o fechamento da área do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras).

Em nota, o governo estadual afirmou que reconhece a importância de iniciativas como a da Associação Mata Ciliar e que, por um erro administrativo, o documento foi parcialmente inscrito no sistema sem o parecer final.

Com relação à permanência da associação no atual espaço, o governo informou que haverá uma reunião nos próximos dias, com a instituição, dando sequência às tratativas para encontrar local que possa atender plenamente às atividades da Mata Ciliar e do aeroporto.

A Prefeitura de Jundiaí informou que já está em contato com a administração da Mata Ciliar para compreender, por meio de documentação, quais são os impedimentos para obtenção da referida autorização junto ao Governo do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();