Aprendizes fazem a diferença no dia a dia da DAE Jundiaí - A Voz da Região

Agora

domingo, 13 de novembro de 2022

Aprendizes fazem a diferença no dia a dia da DAE Jundiaí

Júlia Monteiro é aprendiz na Diretoria de Operações da DAE: “No começo, fiquei perdida com tantas Seções, mas contei com a ajuda da equipe. É uma experiência boa”, conta

São 12 diretorias e mais de 90 Seções, passando pelo administrativo, financeiro, comercial, mananciais, obras, manutenção e jurídico: conhecer cada um destes locais e pessoas, levar e trazer processos é a rotina que os aprendizes da DAE Jundiaí percorrem diariamente.

Jovens com 16 ou 17 anos, eles são essenciais no dia a dia da empresa e também responsáveis por garantir a operação para que a água chegue às torneiras da cidade. “Todo dia eu aprendo uma coisa nova”, conta Júlia Monteiro dos Santos, 17 anos, moradora no Ivoturucaia e aprendiz da Diretoria de Operações.

Júlia está no primeiro emprego e, na DAE, se interessou pela área administrativa. Ela cuida da entrada, saída e entrega de processos, realiza atendimento por telefone e faz o encaminhamento de notas. “No começo, fiquei perdida com tantas Seções, mas contei com a ajuda da equipe. É uma experiência boa”, diz.

Foi o mesmo sentimento do aprendiz Ghean Jesus de Oliveira, 16 anos, morador no Residencial Jundiaí. Simpático e brincalhão, ele logo conquistou os servidores. “Fiquei com medo no começo, mas fui chegando, brincando, sorrindo e deu certo”, lembra Ghean, que atua na Seção de Comunicações Administrativas, a COA.

Ghean Jesus de Oliveira chegou à DAE há 11 meses e já conquistou os servidores. Ele quer seguir carreira na área de Psicologia

Há 11 meses na empresa, ele organiza a pasta com documentos assim que chega pela manhã e vai de Seção em Seção. A facilidade em lidar com as pessoas já indica o futuro que quer seguir: Ghean quer cursar Psicologia. “Aqui aprendi a como se portar no mercado de trabalho”, revela.

Guardinha

Os aprendizes que trabalham na DAE são encaminhados pela Associação de Educação do Homem de Amanhã de Jundiaí, a Guardinha, que realiza o Programa de Aprendizagem Profissional. A parceria com a DAE já passa de décadas e hoje são 14 jovens na empresa.

“O programa dura 15 meses, período em que intercalam a parte teórica na Guardinha e a prática aqui na DAE. É um trabalho importante, pois, além de dar oportunidade aos aprendizes, eles nos auxiliam muito”, avalia a chefe da Seção de Seleção, Desenvolvimento e Remuneração da DAE, Luciane Pagotto.

De acordo com Lidiane Ribeiro, da coordenação da Guardinha, a aprendizagem é uma das maneiras de combinar educação e qualificação no trabalho. “A DAE e a Associação de Educação do Homem do Amanhã realizam um trabalho social, sendo um elemento ativo na construção de uma sociedade mais justa e igualitária”, afirma. Quem tiver interesse em participar, pode buscar mais informações pelo site http://guardinhajundiai.com.br ou pelo telefone (11) 4806-5200.

(Fonte / Imagens: Assessoria de Comunicação – DAE Jundiaí)

Um comentário:

  1. This provides potential entrepreneurs an idea about the history and happenings of the CNC Machining Centres market. Such a wholesome perspective backed with comprehensive data is supplied within the report. The analysis of both the benefits and the Fill Humidifiers drawbacks of the CNC Machining Centres market are listed within the report to offer an unbiased opinion available on the market.

    ResponderExcluir

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();