Jundiaí e municípios da Região vivem onda de sequestros - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Jundiaí e municípios da Região vivem onda de sequestros

 A Região de Jundiaí sofre uma onda de sequestros que tem levado para trás das grades criminosos acusados de integrar quadrilhas responsáveis por esses crimes.

O mais recente vitimou um caminhoneiro de 43 anos, rendido ao passar pelo pedágio de Cabreúva, localizado na rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto.

Ocupantes de dois veículos cercaram a Scania que ele dirigia e o retiraram do utilitário, mantendo-o como refém em um cativeiro por aproximadamente 10 horas.  

Durante este tempo, ele teve sacados todos os valores de pelo menos quatro contas dos bancos Itaú, Caixa, Bradesco e Santander. Foi, então, liberado, sem a Scania, nas proximidades do Maxi Shopping, quando então acionou a Polícia Militar.

Neste caso, nenhum criminoso foi preso. No entanto, ação no começo da semana mandou para cadeia um homem de 27 anos acusado de integrar uma quadrilha que sequestrou, dias antes, uma idosa de 64 anos na Estrada da Bragantina, em Campo Limpo Paulista.

A idosa, segundo a polícia, permaneceu em poder dos criminosos por aproximadamente quatro horas, sendo obrigada a fazer saques e compras. Ela teria tido prejuízo de cerca de R$ 10 mil, que incluíram a compra de três aparelhos celulares, capinhas para os dispositivos, além dos saques em caixas eletrônicos.

Nesta terça (13), foi a vez de outros sequestradores serem presos em flagrante após renderem um motorista dentro de um comércio no bairro do Caxambu, em Jundiaí.

Ao todo, três homens armados participaram do crime, levando a vítima para o bairro da Vila Real, em Várzea Paulista, onde tentaram sacar dinheiro da conta do sequestrado.

Por não terem conseguido, resolveram ir até outra agência, desta vez do Branco Bradesco na avenida Fernão Dias Paes Leme, e ali sacaram R$ 1,7 mil, pretendendo, então, levar o motorista a um cativeiro para que tivessem tempo de efetuar outras movimentações bancárias.

A vítima, no entanto, já estava sendo procurada pela Polícia Militar, que localizou os criminosos e os prendeu assim que eles notaram a aproximação da viatura e tentaram correr.

Ainda na segunda-feira (12), o proprietário de uma loja de veículos de Itupeva foi feito refém de criminosos armados que o mantiveram em cativeiro por várias horas. 

Ele teve feitos saques em sua conta e foi abandonado a pé algum tempo depois. Os criminosos ainda levaram seu veículo e o abandonaram no bairro do Botujuru, em Campo Limpo Paulista.


Fonte: Imprensa Policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();