Dia do Coletor é celebrado em Jundiaí com reconhecimento à profissão - A Voz da Região

Agora

quarta-feira, 21 de setembro de 2022

Dia do Coletor é celebrado em Jundiaí com reconhecimento à profissão

Coletores realizam todo o trabalho na Estrada Municipal do varjão

A coleta de lixo é uma atividade essencial para o bem-estar e manutenção da limpeza dos nossos bairros. E neste dia 20 de setembro se comemora o dia do coletor de lixo, profissional essencial pelo importante trabalho que realiza todos os dias nas cidades. Em Jundiaí, a coleta de lixo doméstico atende a 100% do município, tanto no período diurno quanto no noturno, e conta com 192 trabalhadores que valorizam muito a profissão e movimentam diariamente, cerca de 430 toneladas de material.

Como é o caso de Orlindo Fonseca, de 62 anos, que há 26 é coletor. “É um serviço digno e que nós gostamos. Você conhece muitas pessoas ao passar dos dias e os moradores nos tratam muito bem, seja cumprimentando, oferecendo um café ou colaborando com as caixinhas de final de ano”, comenta. “A empresa responsável também nos trata muito bem e nos dá ótimas condições para trabalhar, e isso só nos dá mais motivação ainda para trabalhar”, completa.

Cleide Aparecida Fazam, de 51 anos, é a única motorista mulher de caminhão prensa em Jundiaí e conta um pouco da rotina com sua equipe. “Gosto de tudo muito organizado e tenho o maior zelo e muito ciúme do meu caminhão. Da última vez que tirei férias senti falta dele e me emocionava quando via outros coletores trabalhando. Sonho em ter o meu próprio caminhão um dia”, relata.

Caminhões especiais equipados com Coletores de Resíduos tipo prensa de até 8 toneladas recolhem o lixo doméstico na porta dos imóveis em dias específicos. O material coletado é levado diretamente para o Aterro Sanitário contratado pela Prefeitura de Jundiaí. Tudo o que envolve a limpeza da cidade é de responsabilidade da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP)

Durante as manhãs de segunda-feira, a equipe realiza a coleta da Estrada Municipal do Varjão, sempre com muito alto astral. “Já se foi o tempo em que havia preconceito com os coletores, hoje nós percebemos que a população tem um respeito e um carinho pela gente. As crianças nos pedem para tirar foto, as pessoas param para conversar e perguntar se precisamos de alguma coisa. É o que sustenta nossas casas e nossas famílias, por isso somos gratos à profissão”, relata Claudemir dos Santos.

Já o varredor Antônio José de Souza, de 67 anos, está no ramo há 16 e trabalhou até na construção do Paço Municipal, em 1988. “Nossa equipe atua atua da região da Colônia e da Avenida dos Imigrantes e temos uma ótima relação com os moradores. Conversamos com muita gente e sempre somos muito bem tratados. Lembro de quando trabalhei na obra do Paço Municipal, eu era um dos responsáveis por separar as placas de sinalização e foi uma experiência bastante divertida”, diz.

“Para nós da UGISP é motivo de orgulho fazer parte dessas histórias de vida. Cleide é um exemplo de funcionária, dedicada com seus afazeres e carinhosa com as pessoas, e faz história sendo a única motorista mulher de coleta orgânica. É incrível ver o quanto ela evoluiu e tem vontade de crescer”, afirma Adilson Rosa, gestor da UGISP. “Já o senhor Antônio realiza um serviço de qualidade, trata bem todos a sua volta e está sempre com um sorriso no rosto. Trabalhou na construção do Paço e está conosco desde 2006. Agradecemos por tudo que tem feito e compartilhado com a equipe durante esses 16 anos”, finaliza.

Equipe realiza coleta de lixo no Jardim Novo Horizonte

(Fonte/Imagens: Prefeitura de Jundiaí)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();