Expulso de casa aos 17 anos, jovem de Florianópolis cria fortuna de R$5 milhões na internet - A Voz da Região

Agora

terça-feira, 14 de junho de 2022

Expulso de casa aos 17 anos, jovem de Florianópolis cria fortuna de R$5 milhões na internet

Antônio da Silva, 23, é um influenciador brasileiro, natural de Florianópolis (SC), que atua no setor de empreendedorismo. Por meio da internet, o jovem conseguiu criar uma fortuna avaliada em R $5 milhões, em apenas dois anos, ensinando seguidores e alunos a alcançar a independência financeira, de diferentes formas.

Antes de começar a compartilhar seu conhecimento, na rede, Antônio teve de se virar para pagar as próprias contas e, por isso, ele começou a empreender bem cedo. Aprendeu a comprar e vender celulares, veículos, roupas íntimas e roupas de cama, de porta em porta. Fez de tudo um pouco para se manter e bancar a faculdade de Direito.

Filho de pais separados, Antônio foi morar com a mãe ainda criança. Aos 17 anos, contudo, acabou expulso de casa e precisou morar, temporariamente, com o pai. Pouco tempo depois, seu pai precisou mudar de cidade por causa do trabalho – como gerente de supermercado – e Antônio viu-se obrigado a procurar outra casa e morar sozinho. Era o início da sua jornada empreendedora, como forma de assegurar a própria subsistência.

Nos primeiros meses, Antônio até teve o apoio do pai, que pagava parte das despesas – como aluguel e faculdade –, mas o dinheiro não era suficiente para cobrir todos os seus custos. Como estudante de Direito, o jovem frequentava a faculdade à noite e, durante o dia, dividia o tempo entre o estágio num escritório de advocacia e o trabalho, com salário bem baixo, como operador de telemarketing.Certo dia, Antônio foi com a namorada a uma loja de roupas íntimas. Sempre atento às oportunidades, ele percebeu que o custo dos produtos era muito baixo e, portanto, as margens de lucro eram ótimas. Decidiu, então, investir no negócio de compra e venda pela internet.

Com a experiência, ele foi detectando oportunidades com outros tipos de produtos. Passou a comprar e vender celulares e, mais tarde, aplicou a mesma estratégia para  ganhar dinheiro com carros usados. Logo, Antônio conseguiu acumular R$ 70 mil, mas acabou perdendo tudo depois de cair em um golpe de um “amigo” que conhecia há mais de 2 anos.

O baque foi grande. Antônio entrou em depressão e, durante seis meses, ficou sem rumo e sem perspectiva de recuperar o tempo e dinheiro perdidos. Foi quando ele decidiu vender roupas de cama, de porta em porta, na região de Florianópolis, com o objetivo de juntar R$ 15 mil e voltar ao negócio de carros usados. O valor para a compra do primeiro carro só veio depois de seis meses. Mas, foi na internet que Antônio conseguiu, realmente, estabelecer um novo padrão de vida, atuando na venda de cursos e mentorias de empreendedorismo.

Para construir audiência e conseguir rentabilizar seu canal de vídeos e perfil na internet, Antônio se inspirou nos maiores criadores de conteúdo da época e criou uma estratégia: em 7 meses, ele teria a mesma quantidade de conteúdo “no ar” de outro criador que tinha mais tempo e experiência de mercado. Assim, o jovem conseguiu rentabilizar o canal do Youtube, dentro do prazo estipulado, e aumentou exponencialmente seu público no Instagram. Logo, surgiram as demandas de mentoria e, posteriormente, de cursos online, que lhe renderam algumas dezenas de milhares de reais. Antônio passou a ensinar as pessoas a lucrar com empreendedorismo, estratégias de negócios na internet, milhas aéreas e outras iniciativas.

Ao todo, o jovem soma mais de 11 mil alunos e, com muita persistência, já ultrapassou a marca de 120 mil seguidores no Instagram. Embora tenha concluído a faculdade de Direito, ele decidiu dedicar-se integralmente ao trabalho na internet, onde já faturou mais de R$ 5 milhões. Tem, ao lado, a companhia da noiva Julia, que trocou a carreira de arquiteta, logo após a conclusão do curso superior, para tornar-se sócia de Antônio. Juntos desde que se conheceram, no 9º ano do ensino médio, o casal vai, em breve, oficializar a união.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();