Jundiaí - Intolerância religiosa ainda ofende crenças, do axé ao amém na região - A Voz da Região

Agora

domingo, 6 de fevereiro de 2022

Jundiaí - Intolerância religiosa ainda ofende crenças, do axé ao amém na região

Segundo reportagem do JJ, a cidade de Jundiaí tem representantes de diversas religiões, em mais de 20 crenças. Mesmo assim, a intolerância religiosa ainda persiste na cidade e na região.  

De acordo com dados da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de SP, a Região de Jundiaí teve dez casos de intolerância religiosas nos últimos dois anos. Foram oito em 2020, em Atibaia (3), Itatiba (3) e Jundiaí (2), e dois em 2021, em Campo Limpo Paulista (1) e Jundiaí (1).

Não de hoje, as religiões de matriz africana são as mais discriminadas. No estado de SP, nos últimos cinco meses de 2021, representaram 77% das denúncias. Em Jundiaí, 0,7% das pessoas que declararam alguma religião no último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística são praticantes de Umbanda, Candomblé ou outras crenças afro-brasileiras.

Iyalorixá Rosana dos Santos acha que quem discrimina o Candomblé não tem conhecimento sobre a religião. Crédito: ALEXANDRE MARTINS.

Você pode conferir a matéria completa no site do Jornal de Jundiaí > https://www.jj.com.br/jundiai/2022/02/147340-intolerancia-religiosa-ainda-ofende-crencas-do-axe-ao-amem.html?fbclid=IwAR3SRJOpGzY7Rw8YHgsgB9AxbUd4RxEVxWNFvfopeOCWRyHjvsOl6PJymuU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();