Natureza: Família de Mico-Leão Preto é vista em bairro de Itupeva; Vídeo! - A Voz da Região

Agora

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Natureza: Família de Mico-Leão Preto é vista em bairro de Itupeva; Vídeo!


Nossa equipe recebeu o relato de uma leitora que na quarta-feira (19), uma família de Mico-Leão Preto espécie que corre risco de extinção apareceu em um trecho de mata nativa no bairro Jd.Peróla, em Itupeva. O momento foi registrado pela leitora Amanda e seu filho, que ficou encantado com os macaquinhos. 
Veja alguns vídeos registados pela leitora:






Quem é o mico-leão-preto?

O mico-leão-preto é uma das espécies prioritárias que integram os trabalhos do Cecfau. Hoje, a população mundial em cativeiro é de 55 indivíduos. Na natureza, estima-se que existam aproximadamente 1.400 animais. Em julho de 2015, foram transferidos para o centro dez micos-leões-pretos para dar início ao programa integrado de conservação da espécie.

Qual a ameaça de extinção do mico-leão preto?

Ameaça de Extinção: O mico-leão preto ( Leontopithecus chrysopygus) . Esta espécie está extremamente ameaçada de extinção (1996 IUCN Red List of Threatened Animals), suas populações conhecidas estão confinadas a sete fragmentos florestais privados e duas unidades de conservação estaduais sem conexão umas com as outras.


O mico-leão-preto (nome científico: Leontopithecus chrysopygus) é um Macaco do Novo Mundo, da família Cebidae e subfamília Callitrichinae. É uma das duas espécies de mico-leão que ocorre no estado de São Paulo, e historicamente ocorreu em quase toda a extensão entre o rio Paranapanema e o rio Tietê, em áreas de floresta estacional semidecidual. Atualmente, encontra-se apenas em nove localidades do estado de São Paulo, sendo o Parque Estadual Morro do Diabo a única em que é possível ter uma população viável a longo prazo. Já foi considerado uma subespécie do mico-leão-dourado, mas hoje é considerado espécie plena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();