Jundiaí - Festa da Uva não será realizada este ano para evitar riscos de contaminação em massa - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Jundiaí - Festa da Uva não será realizada este ano para evitar riscos de contaminação em massa

Edição da Festa da Uva de Jundiaí de 2020 foi realizada entre os meses de janeiro e fevereiro, em Jundiaí

Com a luz amarela acesa no cenário epidemiológico da pandemia de COVID-19, agravado pelo surto de gripe influenza, a Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) orientou pela não realização da Festa da Uva de Jundiaí em 2022, seguindo a mesma orientação sanitária adotada para o Carnaval. Além do risco de disseminação do vírus e de contaminação em massa, a realização da festa fora de época agrega custos adicionais aos produtores, por isso, os integrantes dos Conselhos Municipais do Turismo (Comtur) e de Desenvolvimento Rural (CMDR) acolheram e apoiaram a decisão adotada. A Prefeitura de Jundiaí junto com os conselhos e da Associação Agrícola de Jundiaí definirão quais ações poderão ser desenvolvidas para suprir a lacuna deixada pela Festa da Uva.


No segundo semestre de 2021, quando a pandemia da COVID-19 estava em queda sustentada de casos, havia sido acordado com os agricultores que expõem na Festa da Uva, juntamente com a Associação Agrícola de Jundiaí, para a realização da Festa da Uva entre os meses de maio e junho, quando é colhida a safra de inverno. Para isso, os investimentos deveriam ser iniciados em janeiro, tanto para a organização da festa, quanto para os produtores, que precisam realizar a poda fora de tempo para que a fruta possa ser colhida no período do evento.

De acordo com o gestor da UGAAT, Eduardo Alvarez, além do investimento para a realização da festa pelo poder público, existe a necessidade das adequações na produção com a aplicação da chamada ‘poda verde’ nos parreirais, que deveria ser feita neste mês para ter o prazo da colheita no período estimado. “Muitos produtores só iriam podar seus parreirais para atender a demanda da Festa e existe o risco do investimento com a produção de inverno, já que, a rentabilidade pela venda das frutas no evento ficaria comprometida no caso de controle de acesso ou restrição de público. Isso sem contar com o risco de possível cancelamento do evento no meio do período, caso se detecte contaminação por COVID 19 ou Influenza”, detalha.

Como a Festa da Uva é o principal evento do calendário do turismo rural da cidade, o Comtur propôs planejar outras ações para minimizar a ausência do evento. As ações serão apresentadas para os setores envolvidos com vistas ao atendimento das determinações sanitárias específicas, conforme o cenário epidemiológico vigente.

A exemplo do Carnaval, quando a definição pela não realização das festividades foi adotada pela Região Metropolita de Jundiaí, a medida tem por objetivo a prevenção ao agravamento da pandemia e da disseminação dos vírus respiratórios em ambientes de aglomeração.

(Fonte/Imagem: Prefeitura de Jundiaí)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas