Jundiaí perde Hélio José Maffia - A Voz da Região

Agora

sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

Jundiaí perde Hélio José Maffia

Faleceu nesta sexta-feira (24) o professor Hélio José Maffia, aos 89 anos. Fundador e dirigente da Escola Superior de Educação Física, teve passagens vitoriosas no São Paulo FC, no Palmeiras, Corinthians e Seleção Brasileira, ao lado de Zico, Rivelino e Falcão. No nosso tricolor, foi preparador físico entre 1966 e 1968, quando o clube conquistou o acesso à elite estadual. O seu corpo está sendo velado no Centro de Jundiaí e sepultamento ocorre às 15 horas no Cemitério Nossa Senhora do Desterro. Nossos mais sinceros sentimentos à família e gratidão eterna a este grande ícone da preparação física e que marcou história aqui em Jayme Cintra. Descanse em paz.

Um dos maiores nomes da preparação física brasileira em todos os tempos, Hélio Maffia nasceu em Jundiaí em 21 de julho de 1932 e morreu na mesma cidade em 24 de dezembro de 2021, de causas naturais. Maffia foi decisivo para a implantação em clubes de futebol dessa atividade, tendo trabalhado em gigantes como Corinthians, Palmeiras e São Paulo. Passou também pelo Guarani.

Atuou, antes de deixar o esporte, como supervisor de Futebol do Palmeiras. Também jogou pelo Paulista de Jundiaí na década de 1960.

Maffia residia em Jundiaí, onde estava aposentado. Em 2007, era governador do 10.º Distrito do Panathon Internacional. Mas mantinha ligações com o esporte jundiaiense tanto acompanhando jogos do Paulista como partidas de vôlei, uma de suas paixões. Além disso, Maffia comandava uma equipe que cuidava da memória esportiva de Jundiaí, no "Solar do Barão", ao lado de Dalmo Gaspar, ex-lateral-esquerdo do Santos Futebol Clube.

Foi um dos maiores parceiros de Osvaldo Brandão, com quem trabalhou no Palmeiras e Seleção Brasileira. Também fez parte de comissões técnicas comandadas por Mário Travaglini.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas