Campo Limpo Paulista - Cães farejadores indicam que jovem desaparecida esteve em loteamento às margens de rodovia, diz GCM - A Voz da Região

Agora

terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Campo Limpo Paulista - Cães farejadores indicam que jovem desaparecida esteve em loteamento às margens de rodovia, diz GCM

Segundo informações do portal G1 cães farejadores que participam do trabalho de buscas por Juliana Souza de Oliveira, de 27 anos, indicaram que a jovem esteve em um loteamento que fica às margens da Rodovia Edgard Máximo Zamboto, em Campo Limpo Paulista (SP).

De acordo com as equipes da Guarda Civil Municipal de Jundiaí (SP) e de Itu (SP), as cadelas Live e Hannah identificaram o cheiro de Juliana na área de mata. As buscas começaram na tarde de segunda-feira (6) e continuam nesta terça (7).

A jovem desapareceu após sair de casa para fazer um exame de sangue, na última quarta-feira (1º), em Várzea Paulista (SP), cidade que fica a cerca de oito quilômetros de distância de Campo Limpo Paulista. Além das buscas, a Polícia Civil informou que analisa imagens de câmeras de segurança do trajeto por onde a mulher pode ter passado.

De acordo com o boletim de ocorrência, Juliana mora no Jardim Santa Isabel, em Campo Limpo Paulista, e faria o exame médico na Avenida Fernão Dias Paes Leme, em Várzea Paulista. Ainda segundo o registro, a jovem estava trabalhando em home office e deveria voltar para casa por volta das 11h. Como ela não retornou, a mãe tentou entrar em contato pelo celular, mas não teve retorno.

Em seguida, a mãe ligou no laboratório médico onde seria feito o exame, mas foi informada de que a filha não havia comparecido ao local. O GPS do celular da jovem foi rastreado e apontou que a última localização registrada foi em um condomínio onde o cunhado de Juliana trabalha como segurança, mas o homem estava de folga no dia.

Quando desapareceu, a jovem usava uma camiseta azul com uma camisa jeans por cima, calça jeans preta, tênis preto e branco e uma bolsa marrom. Segundo familiares, ela não tem namorado, é muito reservada, não apresentava nenhum problema pessoal e nunca dormiu fora de casa sem avisar.

A Polícia Civil orienta que denúncias e informações sobre o paradeiro de Juliana podem ser repassadas pelo telefone 197.

Fonte: G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas